“Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses”. Rubem Alves

Ao final de cada ciclo, surge e ressurge a expectativa do novo, da mudança, da conquista e de viver o que se sonhou!
Nesse dia, não é apenas a conclusão de uma metamorfose que os alunos terminam de fazer, mas também o início de uma nova realidade que possibilita sair do casulo e voar para aquilo que se almeja.
Concluir o Ensino Médio é aprender a se refazer para se encontrar novamente em uma nova metamorfose. Nenhum de vocês que termina esse ciclo serão os mesmos, porém podem ser uma melhor versão da que foram até hoje!
Tenham saudade do que viveram até aqui, mas aproveitem essa nova metamorfose que se inicia, desfrutem da vida acadêmica, e jamais se esqueçam que o Eterno estará sempre com vocês!!!
Sou grato ao nosso Amigo Jesus pelo privilégio que me concedeu em passar pela história de vocês e ser marcado por ela.
Como borboletas coloridas que voam e polinizam as flores, desejo que vocês possam colorir a vida das pessoas por onde passarem!

Do seu professor e amigo Diego Cardoso.